Desafio 52 semanas: #48 - Nunca tive coragem


Sempre me considerei uma pessoa corajosa, não tenho medo de tentar algo novo, sabe? Nunca pulei de pára-quedas ou bungee jump, nunca fiz grandes mergulhos e nem sequer voei de avião mas não me falta coragem, só convidar e bancar que estou indo haha.
Acabei descobrindo que não tenho coragem de fazer algumas coisas mais bobas mas é mais por um tique nervoso de não conseguir fazer bem feito ou terminar do que qualquer coisa.
Olha!


SEMANA 48 - Nunca tive coragem de...

1. Cortar o cabelo bem curto
Acho que essa é a coisa que menos tenho coragem de fazer. Estou com uma vontade de mudar o cabelo radicalmente mas adiando há muito tempo. A única vez que fiz um corte diferente do qual estou acostumada, não via a hora dele crescer de novo mas agora, depois de um tempo, gosto do corte nas fotos. 
Enfim, vamos ver se tomo coragem logo e faço o corte que tanto desejo.

2. Fazer mochilão
Essa é uma grandíssima vontade mas também um grande medo. Coisas erradas acontecem em qualquer viagem mas o mochilão nos dá mais responsabilidade para resolver, sem podermos recorrer para agência de viagem. Em compensação, acredito que deva ser incrível fazer uma viagem assim pelo conhecimento de vida adquirido. 

3. Fazer tranças no cabelo
Em um verão, quase fiz mas quase mesmo. Desisti no último minuto porque me falaram que depois só cortando haha.
Falo daquelas mini tranças embutidas que muitas mulheres com cabelos beeeem cacheados fazem pra controlar o volume, sabe? Acho maravilhoso fazer por todo o cabelo e tenho muita vontade de fazer. E a vontade volta a cada verão haha. 

4. Abandonar meus pertences 
Esse item pode parecer materialista mas, na verdade, o que eu não tenho coragem de abandonar são coisas que têm mais valor sentimental do que financeiro. Sempre digo que eu ficaria arrasada se ocorresse um incêndio e meus livros virassem cinzas, isso porque crio uma relação de carinho com cada livro que tenho, mesmo os ruins. O mesmo acontece com meus brinquedos mais especiais, com os sapatos que são xodó etc.

5. Ler/reler algumas séries
Esse é por puro medo de desistir no meio hahaha.
Entre as séries que tenho muita vontade de ler estão: Diário de uma Princesa, Becky Bloom, As Crônicas de Gelo e Fogo, Dexter, Gossip Girl e tantas outras. São muitas e a maioria longas, por isso, tenho medo de não conseguir cumprir.
O exemplo que lembro sobre reler é O Senhor dos Aneis. Li quando era pré-adolescente e confesso que a leitura pesada foi difícil pra mim e, mesmo assim, adorei. Acho que eu teria ainda mais prazer em ler agora. Falta a coragem de encarar as páginas.

Do que vocês não têm coragem, gente? São coisas clássicas - como as relacionadas a esportes radicais - ou coisas bobas como as minhas?
Beijos.

Foto: Pinterest

Diário: Viagens


Que semana longa! Nem parece que segunda-feira passada eu ainda estava em Pelotas!
Mas estava e tive um dia super legal. Saí para resolver as últimas pendências antes de viajar e aproveitei para fazer algumas compras ótimas que, em breve, aparecerão em looks. 
A foto é desse dia em que usei turbante, nunca tinha usado apesar de sempre ter vontade. Tentei com o cabelo solto mas meu cabelo é muito liso e o lenço não ficava no lugar. A solução foi fazer um coque. Adorei! Uma ideia bem diferente e fofa.


Na segunda à noite, encarei o desafio de arrumar a mala. E, depois, uma jantinha de proteínas e legumes com tudo que eu tinha na geladeira pra nada estragar. Ficou gostosa. Nunca tinha colocado o requeijão por cima do bife grelhado mas fica realmente muito gostoso!


Na terça-feira, saí bem cedinho de Pelotas para viajar e, no resto do dia, só descansei e fiquei com meus pais.
Na quarta-feira, comecei meus exercícios das férias porque a dieta não pode parar. Vou fazer uma aula com a personal Rafaela uma vez por semana e mais dois dias por semana de dança - alterno entre zumba e ritmos nacionais. Estou amando todas as aulas! Estou fazendo no estúdio da Rafa mesmo, aqui ó!
De noite, meus pais fizeram uma janta para alguns amigos aqui em casa, ou seja, MUITAS comidas gostosas e não permitidas. Uma delas foi esse pudim maravilhoso que eu já ensinei a fazer aqui no blog, minha mãe só acrescentou morangos. É delicioso mas eu resisti! Parabéns pra mim!
E uma fotinha do final da noite quando o batom já tinha saído.


O resto da semana foi pra resolver pendências por aqui (vocês acreditam que já faz um ano que fiz a carteira de motorista? Definitiva, aí vou eu!). 
Na sexta-feira, viagem de novo haha. Minha vida é fazer mala e viajar, gente. Dessa vez, pra matar as saudades do namor em Novo Hamburgo e encarar um dos findes mais frios do ano. E acreditam que ele ainda me deixou sozinha na sexta à noite pra ir treinar? Hahaha. Selfie pra registrar o momento.

O finde, apesar de frio, foi ótimo. Exceto por um leve deslize, consegui manter toda a dieta com a ajuda do namor e fiquei bem feliz. 
O post não saiu ontem porque eu acabei voltando de Novo Hamburgo e me enrolei pra organizar tudo.

Boa semana, pessoal!
Nessa, vou aproveitar pra viajar mas os posts, a princípio, continuam normalmente.
E pra ver todas as fotos que posto em tempo real e saber novidades sobre o blog também, segue no Instagram!
Beijos.

Imagens Inspiradoras: Tattoos


Eu sou uma completa apaixonada por tatuagens. Só tenho uma mas morro de vontade de cobrir o corpo com elas. Acredito muito naquela ideia de que nosso corpo é uma tela em branco e que todas as marcas que causamos nele - cicatrizes, tatuagens, machucados - compõem uma nova tela, que é a tela da nossa vida.

Depois de ter separado muitas e muitas tatuagens que me inspiraram de algum modo, resolvi fazer o post de hoje com a minha seleção de 10 mais, seja um desenho que eu morro de vontade de fazer ou um lugar que eu adoraria tatuar.


Aproveitando o post queria compartilhar aqui no blog duas páginas relacionadas a tatuagens.
A primeira é uma página no Facebook, chamada tattrx que meu namorado me apresentou e que tem uma seleção incrível de tatuagens fora do comum, inclusive, minha listinha de tattoos a serem feitas aumentou muito depois que curti a página. Vale conferir e se encantar, tem para todos os gostos.
O segundo é um post do site Hypeness onde vi pela primeira vez e me apaixonei completamente pela arte de tatuagens "em aquarela". Eu que nunca gostei de tattoos coloridas, me peguei amando várias com essa técnica. Se apaixone também!

Vocês gostam de tatuagem? 
Por incrível que pareça, ainda é um assunto polêmico.

Beijos.

Fotos: tattrx, Pinterest e Divulgação

Desafio 52 semanas: #47 - Quando estou apaixonada


HAHAHA O tema dessa semana é muito comprometedor, o tipo de coisa que a gente não sai contando no blog, sabe? Mas tentei ser bem sincera e, apesar de estar morrendo de vergonha de publicar, aqui está!


SEMANA 47 - Quando estou apaixonada, eu...

1. Só quero falar na pessoa
Sou aquele tipo de pessoa que importuna as amigas até dizer chega quando está apaixonada, quero ficar falando da pessoa em questão o tempo todo, sobre cada detalhe. CHATO! hahaha
Tenho amigas que também são assim e sei o quanto é ruim mas é uma coisa difícil de controlar e olha que eu tento.

2. Quero largar minha vida pra fugir com a pessoa
Nos primeiros meses depois que já firmei relacionamento, fico envolvida em outro mundo e imaginando como seria minha vida com aquela pessoa. Se eu fosse menos responsável do que sou com meus compromissos e objetivos, largaria tudo e fugiria com ela sem sombras de dúvida hahaha.
Ainda bem que não faço isso porque já imaginou quantas vezes eu já teria que ter voltado?

3. Fico imaginando e idealizando cenas com a pessoa na minha cabeça
Clássico, né?! Faço longas conversas onde a pessoa fala exatamente o que quero ouvir, desde cenas de amor até brigas. Às vezes, confesso que fico pensando seriamente se isso é normal.

4. Fico dengosa
Eu não sou muito carinhosa normalmente mas, quando estou apaixonada, fico super dengosa. Quero ficar junto com a pessoa o tempo todo e também quero receber muito carinho. É até engraçado.
Acho que, de todos, esse é o 'sintoma' que se mantém depois dos primeiros meses de romance. Já estou há mais de 1 ano com meu namorado e continuo muito dengosa.

5. Fico inspirada
Quero começar a fazer projetos diferentes, cozinhar, bordar, enfim, um monte de coisas que não faço normalmente. Mas, sempre digo que a felicidade e o romance me ajudam em criatividade mas prejudicam minha escrita de histórias - essas fluem melhor em momentos de tristeza. 
Nos momentos em que estou mais tristinha, adoro escrever crônicas e crônicas sobre cada pequena coisa que eu imagino ser uma tragédia.

Gente, que vergonha! HAHAHA
Sou muito anormal?

Beijos.

Foto: Pinterest

Na Real: Colete de Pelos


Eu estava doida para usar o meu novo colete de pelos mas estava com dificuldade para montar looks interessantes com ele porque nunca tive uma peça assim. Por conta disso, fiz esse post e o resultado foi que, no dia seguinte, já investi nele para ir à faculdade. 
Amei o resultado e, desde então, venho bem mais animada para usá-lo cada vez mais. 

Colete MARIPELES

Blusa HOLIN Z STONE

Calça MARFINNO (RENNER)

Óculos de Sol VOGUE

Bolsa ISABELLE TROIS

Relógio DKNY
Brincos ARMÁRIO DA NEIDE
Aneis BANQUINHA DA FESTA DA UVA E NÃO LEMBRO

Bota RAMARIM

O que acharam do look?
Vocês apostaram no colete de pelos para esse inverno? E, se sim, como estão usando? Estou curiosa!

Beijos.