Acabei de ler: A Rainha da Neve - Michael Cunningham


Estou começando a resenha de hoje mas, sinceramente, ainda não digeri completamente o livro e também não defini totalmente minha opinião.
O livro de hoje é A Rainha da Neve, escrito por Michael Cunningham e publicado pela Bertrand Brasil no final do ano passado.


ASPECTOS FÍSICOS
A capa de A Rainha da Neve sempre me atraiu pelas cores e pela leve penumbra que possui, contudo, não é uma capa que chama a atenção inicialmente. Porém, depois de ler o livro, a capa faz todo o sentido, ambientando a história. Há verniz localizado no título e no nome do autor. 

O livro tem 248 páginas, não é divido em capítulos numerados, há apenas quebra de páginas e grandes divisões de tempo dentro da história. O tipo e o tamanho da fonte são bons assim como as margens e espaçamento.


HISTÓRIA
A Rainha da Neve acompanha um período da vida de Barret, Tyler, Beth e Liz. 
Barret foi criado para ser o prodígio da família, o estudioso, o cara que daria certo, contudo, atualmente, vê sua vida numa roda-gigante de relacionamentos que não duram enquanto todos seus projetos estão engavetados. 
Barret mora junto com seu irmão mais velho, Tyler, com quem tem uma relação próxima e de dependência. Tyler é músico e tem como objetivo principal da vida compor a música perfeita para sua noiva, Beth, antes que ela morra devido a um câncer. Tudo isso enquanto lida - ou finge lidar - com seu vício em cocaína.
Beth é a noiva de Tyler e tem uma compulsão em recolher coisas inúteis imaginando que um dia possam ser úteis. Beth está morrendo. 
Liz é a melhor amiga de Beth com quem tem uma loja, onde Barret trabalha, e compartilha da vida dela e dos dois irmãos. Liz sempre fugiu de compromissos e vive pulando de um relacionamento mais superficial para outro.
A partir da história individual de cada personagem, o livro vai nos levar para dentro da mente de cada um deles e nos mostrar os cantos escondidos de suas personalidades e vidas. 


OPINIÃO
Dos últimos livros que li, com certeza, A Rainha da Neve foi o que mais me deixou no limbo, sem saber o que pensar. Lia e lia o livro e não conseguia compreender o que o autor queria contar, contudo, isso não tornou o livro maçante - muito pelo contrário. O autor tem uma capacidade incrível de jogar bombas no meio do seu texto como se fosse algo completamente natural, o que torna a bomba ainda mais difícil de absorver.

Como contei na sinopse, o livro tem vários personagens que compartilham o protagonismo. Enquanto, no início, começamos acompanhando Barret após mais um término de relacionamento, logo após começamos a ver mais da relação de Tyler e Beth e assim as histórias dos personagens vão entrelaçando-se. Muito gente, eu inclusive, implica com essa multiplicidade de protagonistas mas aqui as histórias são extremamente ligadas e a sensação de estarmos acompanhando a história de um grupo de pessoas onde, realmente, todos são protagonistas.

A Rainha da Neve não é um livro de ação. Na verdade, toda a história é apenas o cotidiano das quatro pessoas, encarando a vida, seus problemas e dramas. E isso pode soar como um livro monótono, aí é que entra toda a genialidade de Michael Cunningham, tornando o livro tão incrível, tão surpreendente que, mesmo depois de ter terminado de ler, continuo pensando na história.

Quando comecei a ler o livro, nunca imaginei que ele se tornaria uma das leituras mais incríveis que já fiz mas foi exatamente isso que aconteceu. Um livro diferente, instigante com uma história que vai sendo revelada aos poucos e torna-se tão verídica ao mesmo tempo que nos deixa incrédulos.
Livro indicado para todo mundo que está com a sensação de ler sempre a mesma coisa, que quer surpreender-se e não ter ideia do que pensar sobre o livro nem após o seu final!


TRECHOS
❤ "[...] as despedidas cada vez mais passaram a soar como negociações comerciais. Não que fossem destituídas de mágoa e acusações, mas sem dúvida se tornaram menos histéricas. Passarem a se assemelhar a contratos e investimentos que infelizmente haviam dado errado, apesar das promessas iniciais de retornos consistentes." 
- pág. 12

❤ "Um pensamento inconveniente: a principal realização de Beth pode ter sido amar e ser amada por Tyler. Tyler, que vê algo invisível mesmo para os demais que a amam. Beth é amada por todos. Mas Tyler a adora, Tyler tem fascínio por ela. Tyler a considera extraordinária." 
- pág. 62

❤ "- Quero fazer você feliz. Só isso.
- Talvez deva parar. De tentar me fazer feliz o tempo todo.
- Esse é um pedido incomum." 
- pág. 148


Para quem se interessou e quiser adquirir o livro, é possível encontrar o livro físico (Travessa | Cultura | Saraiva)  e também e-book (Saraiva | Amazon).
O catálogo completo da Bertrand Brasil, você confere clicando aqui e nas redes sociais da editora (blog | facebook | twitter | instagram | snap grupoedrecord) tem lançamentos, promoções e outras novidades.

Me adiciona no Skoob pra conferir o que estou lendo e trocarmos dicas literárias!
E me conta nos comentários o que vocês estão lendo ou querem ler.

Beijos.

EI, LEITOR! O livro foi enviado pelo Grupo Editorial Record devido à parceria que o blog tem com a editora. O blog não recebe qualquer pagamento ou comissão de vendas para resenhar o livro, expondo sempre a opinião sincera em relação à leitura!

O que li: Decoração, Roupas e Felicidade


Semana começando, segundona está aí e essa semana ainda tem feriado! Depois de uns tempos conturbados por aqui, quero que tudo entre nos eixos novamente!
Então, vamos seguir a nossa nova rotina e ver o que eu li na semana que passou!

Temos algumas coisinhas diferentes essa semana. Primeiro, acrescentei um vídeo preferido na lista porque sabemos da força do Youtube e muitos vídeos bons não viram posts ou são de pessoas que não são blogueiras, são youtubers mesmo.
Depois, nessa semana, teremos apenas 3 posts preferidos - simplesmente porque só foram três os que se diferenciaram - e também não teremos o look preferido porque vi poucos essa semana e nenhum me surpreendeu.

OS POSTS PREFERIDOS

DECORAÇÃO COM HISTÓRIA: A CASA A VERÔNICA - PARTE 2 - A casa que a minha vó queria
A cada foto que eu ia vendo da casa da Verônica ficava mais e mais apaixonada! Achei tudo tão lindo, tão aconchegante, tão 'senta aqui, vamos tomar um café e conversar'. AMEI a cozinha num grau de querer copiar tudo igual (não acontecerá mas a estante para expor a minha coleção + a coleção do André de canecas tem que rolar!). O post me inspirou demais, aumentou o ânimo para continuar a mudar as coisinhas aqui no #apêdafêhedoandré colocando a mão na massa!

O QUE TE FAZ FELIZ? - Meninices da Vida
A Camila ainda não tinha aparecido aqui nos Links da Semana, contudo, ela é uma das minha blogueiras preferidas, adoro o jeito despachado dela. Nessa semana, ela me presenteou com esse post/vídeo incrível! Apareceu na hora e no momento certo da minha vida que, como eu disse pra vocês, estava um tanto conturbada/triste/confusa. 
Achei lindo e vai muito de encontro ao que eu sempre tento seguir na minha vida: valorizar as coisas pequenas porque são elas as que mais tem valor! Não deixem de assistir ao vídeo!

ATUALIZE SEU LOOK OUTONO/INVERNO COM CAPAS! - Fashionismo
Eu odeio frio, como vocês sabem. E essa história que as pessoas se vestem melhor no inverno pra mim não cola porque a minha vontade é sair de casa usando cobertor e pantufa. Então, pra tentar melhorar - um pouco! - essa situação, gosto de ver ideias que me abram os olhos para uma combinação diferente mas ainda assim quentinha.
As capas longas conquistaram meu coração! Acho muito fashion e deve ser super gostoso de usar. Muita vontade de acrescentar a peça ao meu guarda-roupa e, nesse post do Fashionismo, tem um monte de inspirações para usar!

VALEU A PENA VER

VLOG: DIA DE PISCINA! - Lu Ferreira
LINK


Eu sou muito fã da Lu e acompanho ela há tanto tempo que já me sinto parte da família linda que ela construiu. Lu tem um filhota, a Bia, que está com 6 meses e ela está liberando os vlogs da última viagem deles para o México. Vocês já imaginam a overdose de fofura, né?!
Pois é, amo porque tem a Bia mas amo também porque sempre acho os vlogs da Lu interessantes, divertidos e dinâmicos. Não canso de assistir!

INSPIRAÇÃO FOTOGRÁFICA


Acho que nada é mais inspirador, tratando-se de moda, do que vestidos de gala. Fiquei completamente hipnotizada pelos detalhes desse vestido! Não é meu modelo favorito nem nas cores que eu mais gosto, contudo, todo o trabalho dele me conquistou!
O trabalho das flores, o corte, o decote nas costas e todo o porte que ele dá, não é maravilhoso??

Esse foram meus favoritos da semana e agora quero saber os seus. 
Deixa nos comentários os melhores posts que você leu, os vídeos que te prenderam e o que você escreveu que mais te agradou, vou amar ler!

Beijos.

Decorando com jogos de cama


Ando desde ontem querendo postar no blog mas acabei desistindo de fazer o post que eu tinha programado. Então, vamos com post de decoração que é um post levinho de escrever e ler mas que, ao mesmo tempo, eu adoro fazer porque envolve uma pesquisa que sempre me traz novas ideias e inspirações!
Hoje trouxe pra vocês uma série de inspirações de jogos de cama que, se bem arrumadas e misturadas, podem fazer uma ótima decoração para o quarto. O sonho maior é ter vários jogos de cama lindos e que combinem entre si!

Começando pelo clássico jogo de cama branco. Ele pode ser muito comum até muito fino. Eu acho que, por não brincar com as cores, um jogo de cama branco precisa ter muitas texturas e, de preferência, muitas peças (cobre-leito, travesseiros e almofadas diversos). Já gostei mais de jogo de cama todo branco, hoje em dia, tenho certeza que jogaria uma almofada colorida aí em cima.

Aqui temos exemplos em preto e branco e cinza com branco. Já acho mais interessante porque tira a monotonia e dá para montar uma composição bonita com mais de um jogo de cama. Nesses casos, fica interessante para quartos que já tem muita cor - nos móveis ou detalhes da decoração - ou para quem gosta de um estilo escandinavo de decorar.
Reparem que, mesmo sendo simples, todos os jogos tem algum ponto de interesse, seja o geometrismo, seja o detalhe de texturas - couro, pelo, lã. 

Aqui partimos para os meus preferidos! Eu gosto da base do jogo de cama em cores sóbrias porque cria um leque enorme de combinações possíveis!
Acho fácil e lindo usar almofadas ou cobertores coloridos para deixar a cama bonita, sendo um item de decoração mas sem carregar o ambiente!

Os jogos de cama florais são, provavelmente, os mais vendidos. Eu tenho dois conjuntos florais mas que não me agradam totalmente! Na minha visão, os jogos florais mais bonitos são aqueles com fundo branco, onde as flores são de tamanho médio e com alguma cor de destaque, mais forte. Essa cor de destaque também facilita na hora de compor o resto do jogo com peças lisas.
E essa cama maravilhosa de vime - pelo menos eu acho que é vime! Pirei nela!

Por fim, partimos para os coloridões com as estampas mais variadas possíveis! Com a base do quarto em tom único, fica mais fácil tornar o ambiente agradável. Além disso, as outras peças do jogo precisam ser combinantes ou neutras. É mais difícil misturar jogos com peças muito coloridas e estampadas, então, o ideal é ter um jogo completo!

Ainda rola muito aqui em casa uma mistura louca de lençóis, fronhas e edredons. Nada decorativo! Mas ainda quero ter conjuntos bonitos para usá-los completos ou que possam misturar-se a outros. Imagino que três a quatros conjuntos bonitos sejam mais que suficientes!
De qualquer modo, continuo morrendo de amor porque acho que o jogo de cama muda completamente o quarto!

Vocês ligam pra isso ou tanto faz?
Beijos.

O que li: França em Dose Dupla


Depois de uma semana conturbada onde fiquei acesso à internet, a tag 'O que li' com os melhores links da semana voltou! Minha intenção sempre foi publicar ela na segunda-feira já que é no finde que tenho mais tempo para ler blogs e sites. Tudo organizado e combinado, partiu!


OS POSTS PREFERIDOS

VAMOS FALAR SOBRE CASAMENTO - E agora, Isadora?


A Maria Luiza, uma leitora muito querida, me enviou os links preferidos da semana dela. E, entre eles, estava esse texto muito bem humorado da Isadora.
Gente, eu amei esse post! Não passei pela situação que ela descreve no texto - as preparações para o casamento - mas me coloquei em seu lugar e me compadeci hahaha.

PALÁCIO DE VERSALHES - Dele e Dela


Os posts da viagem da Isa e do Fê já figuraram nos links da semana passada com a visita ao Arco do Triunfo mas não deu pra resistir e cá estão eles novamente. O Palácio de Versalhes e seus incríveis jardins é um dos lugares que eu quero muito conhecer e esse post deles só me trouxe ainda mais vontade de passear por lá!

BLAKE LIVELY ARRASANDO EM CANNES! - Fashionismo


Saudades, Gossip Girl! Blake tornou-se uma das famosas que admiro depois da série e amo vê-la nos tapetes vermelhos porque adoro seu estilo sexy mas elegante. Parece que Cannes é o tapete vermelho preferido dela e, nesse ano, ela já desfilou muitos looks belíssimos (com direito a barriguinha de grávida!). Amo todos!

MOUSSAKA (LASANHA GREGA) - O CHEF E A CHATA - Chata de Galocha


Post de receita para ser bom tem que fazer a gente salivar, não é?! Pois então, fiquei salivando e doida pra fazer essa receita de lasanha grega com abobrinha d'O Chef e a Chata. O melhor é que não exige muito tempo nem habilidade para cozinhar. Será que rola para um almoço de domingão?

AS INCRÍVEIS IMAGENS DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM DE 2016 DA NATIONAL GEOGRAPHIC - Nômades Digitais


Admiro demais a fotografia como arte. E essa seleção feita pelo Nômades Digitais me deixou completamente abismada pela beleza enorme desse mundo! Não tem como não ficar completamente admirada!

O LOOK QUE AMEI

LOOK DA LU: FRANJAS! - Chata de Galocha


Eu amo o estilo da Lu e quase todos os looks que ela monta, apesar do corpo dela ser muito diferente do meu e muitas das coisas que funcionam com ela, não funcionarem comigo!
Esse look me conquistou porque amo franjas e estou desejando peças no tom camel. Os looks da Lu são sempre com cara de acessíveis e possíveis pra gente também. Tem mais amor? Não, não tem!

INSPIRAÇÃO FOTOGRÁFICA


Essa foto habitou meus pensamentos durante toda a semana.
Estou em uma fase bem animada para ler blogs de decoração e enlouquecida para poder decorar mais o meu apê. 
Óbvio que pirei com essa cozinha. Achei a parede de cimento queimado muito interessante, poderia deixar o ambiente pesado, o que foi esplendidamente contornado com os acessórios coloridos.
Quero uma igual!

Agora é a vez de vocês colarem aqui pra mim os links que inspiraram vocês na semana que passou ou o post escrito por você que mais te agradou!
Beijos.

Acabei de ler: Caçando Che - Mitch Weiss e Kevin Maurer


O domingo foi chuvoso por aqui, nada mais propício para passar o dia embaixo das cobertas lendo um bom livro.
E, aqui no blog, nada mais propício para resenha de livro!
Vamos falar sobre Caçando Che, livro escrito a quatro mãos por Mitch Weiss e Kevin Maurer, lançamento de fevereiro da Editora Record.


ASPECTOS FÍSICOS
Adoro a capa do livro com essa foto icônica de Che Guevara sendo capturado pelas forças especiais bolivianas. Além disso, gosto das cores e desse fundo que imita folha de jornal velho.
As páginas são amareladas e não possuem maiores detalhes. O tipo e tamanho da fonte, assim como as margens e espaçamento são bons.
Na metade do livro, há 8 páginas com fotos ilustrando todos os personagens e lugares da história. As fotos são em preto e branco, o que não me incomodou, mas as achei muito pequenas.


HISTÓRIA
As forças-especiais americanas estão frustradas após não terem obtido sucesso na captura de Che Guevara e recebem informações de que o mesmo, após um longo período desaparecido, está formando sua guerrilha nas florestas da Bolívia com o objetivo de causar uma revolução naquele país. Os EUA não podem intervir diretamente e resolvem, então, mandar um grupo para treinar os soldados bolivianos com novas táticas de guerrilha para que o próprio exército do país capture Che - serão a elite do exército boliviano, os Boinas-Verdes.
Enquanto os Boinas-Verdes são treinados por Shelton, um comandante norte-americano, em uma cidadezinha rural da Bolívia, o resto do exército boliviano é dizimado por ataques surpresa do grupo de Che Guevara, o que leva a muitos boatos aparecerem - Che é o comandante da operação? A operação possui milhares de adeptos? Os cidadãos bolivianos estão alimentando e armando a guerrilha?

Vamos acompanhar no livro como foi a intrincada trajetória que culminou com a captura - e morte - de Che pelo exército boliviano.


OPINIÃO
Não tenho o costume de ler livros onde a história contada não é, nem que seja um pouco, ficcionada. Por exemplo, gosto muito de livros com a temática da 2ª Guerra Mundial mas eles, geralmente, tem a guerra como pano de fundo e não como personagem principal. Sendo assim, a leitura de Caçando Che foi muito diferente para mim. 
Inicialmente, confesso, não estava muito animada para começar a ler o livro mas, conforme as páginas foram passando, a história foi me prendendo e fascinando.

Apesar do título e do que pensamos, Che aparece pouco na história - estando presente em, no máximo, 50 das 279 páginas do livro. Aqui, tudo se foca em como foi feita a captura do guerrilheiro.
Ficamos conhecendo comandantes e generais do exército dos EUA e da Bolívia (o número grande de personagens pode ser bem confuso no início mas, conforme cada um assume seu papel, vamos assimilando a enorme lista), entendemos como a política pode ser confusa e ardilosa e também percebemos como a diplomacia entre os países é frágil. Todos esses fatores somados acabam por propagar a lenda de Che Guevara, a aumentar o medo quanto a seu exército de guerrilheiros e a definir o destino de Che após ser capturado.

Vale ressaltar que o livro, em nenhum momento, mostra-se favorável a algum dos lados por mais que conheçamos mais profundamente o lado boliviano e americano. 
Nas poucas páginas em que Che aparece, torna-se protagonista do livro. As conversas que ele tem com os comandantes são extremamente interessantes, onde é possível compreender os dois lados e ainda parar para pensar na situação atual do nosso país. As conversas foram narradas como são lembradas por seus participantes ainda vivos e, por isso, imagino o quanto o efeito de Che devia ser forte frente a povos muitas vezes extremamente sofridos.

No fim, a história do livro me prendeu. Mesmo já sabendo o final, queria saber quais fatos e como ocorreram para culminar na morte do líder cubano. 
Essa é uma leitura extremamente prazerosa para todos os públicos e que, com certeza, vai tornar-se livro preferido daqueles apaixonados por história. A leitura flui e cria momentos de suspense que nos fazem querer continuar e ler mais e mais.


TRECHOS
❤ "Ele chamava sua teoria de foco: um pequeno grupo de dedicados guerrilheiros, baseado num recanto rural, poderia rapidamente derrubar um governo estabelecido e libertar uma nação." 
- pág. 45

❤ "Não havia glória na guerra, apenas carnificina e confusão. Ele conhecera a guerra de perto e não estava em busca de mais daquela horrorosa porcaria." 
- pág. 76

❤ "- Se eu puder, há algo que você gostaria que eu dissesse à sua família?
- Diga à minha mulher que se case de novo e tente ser feliz - respondeu Che.
Che aproximou-se de Rodríguez. Cumprimentaram-se e, então, abraçaram-se. Che era um homem - um homem encarando o seu fim com dignidade. Rodríguez já não o odiava mais." 
- pág. 225

❤ "Che é mais do que um ícone de camiseta. Ele é um figura polarizadora. Para a esquerda, ele é um revolucionário romântico - um rebelde com causa. Para a direita, Che é um bandido comunista, que pretendia roubar os seus bens arduamente conquistados e entregá-los a parasitas sociais." 
- pág. 245


Você encontra o livro físico e o e-book para venda nas principais livrarias (Saraiva | Submarino | Amazon).
Aqui você acompanha o catálogo da Editora Record e pode seguir a editora nas redes socias (site | facebook | twitter | instagram | snapchat grupoedrecord) para ver os próximos lançamentos.

Para saber o que eu estou lendo agora, me adiciona no Skoob!
Beijos.

EI, LEITOR! O livro foi enviado pelo Grupo Editorial Record devido à parceria que o blog tem com a editora. O blog não recebe qualquer pagamento ou comissão de vendas para resenhar o livro, expondo sempre a opinião sincera em relação à leitura!

Na Real: Oi, frio!


Esfriou! E esfriou demais semana retrasada, gente. Achei que fosse morrer!
Agora que a frente fria já passou, o clima já está mais ameno, um frio que até dá pra dizer que é gostoso. Mas, enquanto eu ainda estava congelando cada vez que saía na rua, fui convidada pelo meu excelentíssimo para irmos até o Sofá na Rua - o Sofá na Rua é um evento super legal que acontece aqui em Pelotas, onde rola som, banquinhas de comidas e brechós no meio da rua mesmo.

O tempo estava frio e, por isso, tive que ir com meu moletom preferido da vida toda já que ele é macio e quentinho. Pro look ficar um pouco mais interessante, coloquei meia-calça e saia que são peças que eu sempre uso pra fazer diferente (afinal, não é a calça de todo dia, né?!). O look quentinho + sol de fim de tarde + parede vermelha = primeiro look de inverno aqui no blog em 2016!

Óculos VOGUE
Brinco NÃO LEMBRO

Moletom GABIP
Bota RAMARIM

Saia YESSICA CITY (C&A)
Meia fio 80 LUPO
Esmalte Lua IMPALA 


Além da saia e do moletom, o que eu gosto muito aqui nesse look é a mistura de estampas em P&B. Não sou muito adepta da mistura mas desse jeito acho que não fica exagerado!
O que acharam do look? 

Beijos.

Fotos: André Chiesa ()

Tag: Felicidade é...


Olha só, tem mais vídeo novo do blog!
Vou tentar liberar pra vocês um vídeo por semana, não é uma promessa mas acho divertido gravar os vídeos e também gosto do retorno que tenho de vocês com eles, então, tentarei!


Pra hoje, gravei a tag Felicidade é.... Essa tag é super levinha e gostosa de responder, afinal, só fala de coisas boas! 
Eu vi a Camila Coelho respondendo mas não sei quem é o criador da tag. Se você souber, me conta nos comentários!


As perguntas:
● O que você gosta de fazer quando está sozinha?
● O que você gosta de fazer com outras pessoas (família, amigos, namorado)?
● Pequenas coisas que te faziam feliz na infância.
● Uma coisa que te deixou feliz essa semana.
● Uma comida que te deixa feliz.
● Cite três coisas que te deixam muito feliz.
● Complete: felicidade é...

Pra completar a minha felicidade, inscreva-se no canal do blog no Youtube. Só clicar aqui:


Espero que vocês tenham gostado e, se já tiverem respondido a tag, deixem o link pra eu ver ou respondam nos comentários! Vou amar ler!
Beijos.

Edição: André Chiesa