Para inspirar: Ambientes com boiserie!


Vocês sabem o que são boiseries, gente?
O Google me ajudou assim: originária das decorações francesas do século XVIII, a boiserie é uma técnica de decoração que insere molduras - de diversos formatos, tamanhos e organizações - na parede.

Tenho certeza que com essa descrição já deu pra entender o que são boiseries, não é?! 
Pois então, esse detalhe de decoração combina perfeitamente com a decoração clássica; porém, nessa nova repaginação, a boiserie virou tendência de lares descolados e modernos!

sala colorida boiserie

Gosto de T-U-D-O nesse ambiente! Mas focando na boiserie, aqui ela vem da mesma cor que a parede e em diversas molduras bem fininhas - o que deixa elegante apesar do ambiente ser super moderno!


sala boiserie

Meu jeito preferido de usar a boiserie é assim - trazer interesse em uma parede branquinha sem necessariamente colocar quadros, cores ou outros objetos. Ajuda a compor um ambiente sem pesar!


sala parede verde com boiserie

Sala maravilhosa com vários tons de verde e o boiserie marcando presença como uma espécie de módulo da TV.

LEIA MAIS:

decoração com boiserie

O mais comum é vermos o boiserie na mesma cor da parede, porém, deixá-lo em outro tom, sempre casando com o resto da ambiente, deixa-o ainda mais em destaque.


decoração boiserie

O boiserie pode servir também para delimitar espaços de quadros, lustres e prateleiras.


ambientes com boiserie banheiro

Quero ver banheiro mais classudo que esse! Aqui, o boiserie foi usado com seu objetivo primordial - trazer elegância ao ambiente juntamente com as peças em dourado e o mármore.


sala de jantar boiserie


boiserie sala de jantar

Ambiente lindo! A mistura das cores com detalhes em dourado e, ainda, duas grandes tendências na parede: a meia parede pintada e a boiserie na parte de baixo! 

LEIA MAIS:

Vamos para algumas inspirações beeem vida real, direto do Instagram agora? Já aproveita pra dar uma curtida nos perfis!

boiserie parede sala casa de tecido

Vocês já estão cansados de ver a Morgana, do @casadetecido por aqui? Porque eu não me canso do modo fácil e gostoso de decorar dela! Eu amei a sala nova, achei que a boiserie trouxe interesse para a parede clarinha mas ainda com cor!


boiserie cabeceira quarto

Usar o boiserie para compor a cabeceira foi uma ótima ideia que a @lardeamorcg colocou em prática! 


parede boiserie inspiração

E mais uma inspiração vida real, dessa vez do @nossolar.03 fazendo composição, na sala de estar, junto com esse sofá maravilhoso!

No fim, a boiserie é uma ideia de decoração diferente, dentro das tendências atuais de home decor e bem econômica pra colocar em prática na parede mais próxima.
Gostam ou não?

Beijos.

Colete de Tricô: a grande estrela do inverno!


O frio bateu por aí? 
Aqui ele chega de leve, com aquele solzinho gelado (bem como eu gosto!). Com ele, pipocam as tendências para o outono/inverno e eu, particularmente, tenho gostado bastante de várias delas - depois de muitos anos estranhando as tendências, lembram? Hahaha

LEIA MAIS:

A primeira que resolvi destacar aqui no blog é o COLETE DE TRICÔ! Tendência vinda ali do finalzinho dos anos 90 e início dos 2000, com um cheirinho delicioso de nostalgia e cara de vovô, vem dizer que não é?! 

colete de tricô as patricinhas de beverly hills
A cada nova tendência, seguimos nos vestindo mais parecidas com Cher. E confesso que ando amando demais!

Eles possuem tramas no próprio tricô ou assumem as clássicas padronagens xadrez ou pied de poule. Quanto mais cara de antiguinho, mais na tendência; porém, o corte e a modelagem são os mais diversos - os largões, os curtinhos, os mais compridos (que podem ser usados como vestidos também!).  

Vamos para aquele monte de inspirações só pra nos deixar com muita vontade?? Então bora!

O modelo que vai viralizar - e que já estou vendo várias opções à venda - é com o padrão pied de poule que retornou uma temporada atrás e abraçou a roupagem do colete. Ele é super versátil, ainda mais por ser, na maioria das vezes, em cores neutras.


E se for pra começar usando com tranquilidade, sem ousar mas ficando por dentro da tendência, a camisa é o melhor acompanhante. Bom pra aproveitar essa onda de mangas de camisas beeeem largonas e também de golas extravagantes. Fica lindo!


colete de tricô tons neutros
Os coletes de tricô lisos em tons neutros também são super fáceis de aderir! Fora que os looks claros no inverno ganham na hora um ar elegante.


colete de tricô xadrez
Agora os coletes de tricô com a estampa xadrez com essa carinha suuper anos 90 vai muito bem com a calça wide leg, que é outra sensação do momento. Quem sabe você até não encontra uma peça com essa padronagem aí no armário da sua mãe? Eu vou procurar no da minha!


colete de tricô oversized
(FOTO 1 viaFOTO 2 via)

Se a sua questão não é com as padronagens e sim com a modelagem, tudo resolvido! Os modelos largões, oversized, são lindos e conquistam facinho meu coração.


colete de tricô cropped
Embarcando na tendência de conjuntinhos cropped de tricô, os coletes também podem ser curtinhos. Esse sim pra beber totalmente da fonte dos anos 90.
O look com a calça social cinza não está maravilhoso? Deu MUITA vontade de copiar!


colete de tricô tendência inverno
Nem só de neutros vive um inverno, não é mesmo?
É possível encontrar modelos lindos de coletes de tricô coloridos - seja pra embarcar na onda de tons pastel ou pra fazer um look monocromático chiquetoso!


colete de tricô tendência
Se é pra fugir do lugar comum, um colete de tricô com uma saia fica lindo! E já aproveitar pra usar outra tendência do inverno - a meia-calça!
Eu amo essas mistura de peças mais pesadas, como o coturno, com outras mais delicadas, como a saia e a meia-calça.

LEIA MAIS:


colete de tricô com vestido
E em dias não tão frios, o colete fica ótimo como complemento para vestidos, sejam eles fluidos ou mais ajustados. Eu gosto muito porque acho fora do óbvio!


colete de tricô tendência looks
(FOTOS via)

Esses looks que a Cony, do Futilish, montou com o colete de tricô ganharam meu coração! 
Primeiro que adorei o colete em tons amarronzados (amo pro inverno!), depois adorei a ideia de usá-lo com peças sociais - bem no estilo pais de antigamente haha - e amei a versão ousadex com mini-saia!


colete de tricô look famosas
E se é tendência, já tem uma galera famosa usando, né?!

Tendência gostosinha, com cheirinho de saudade e super confortável pro inverno, adoro assim! 
Vocês gostam?

Beijos!

A cada dia enlouquecemos um pouco mais!


E como não enlouquecer?

É preciso fazer a vida acontecer, o trabalho/ os estudos / os relacionamentos / as amizades não podem parar, afinal, o mundo está acabando. É preciso respirar e ficar olhando o teto sem tomar atitude para levantar, afinal, o mundo está acabando. 

Todos já surtamos. Em um ano completo de pandemia, é possível surtar, melhorar e voltar a surtar várias vezes. O mundo parou (parou? deveria parar) mas a cabeça não. A cabeça é esse ser traiçoeiro que nos leva da euforia à depressão em tempos recordes. 

Algumas semanas atrás, eu surtei novamente. Por aquelas coisas de sempre: esse vírus maldito, as contas, o trabalhar demais, o cuidar de si de menos; a vontade de sair e lembrar como o mundo é lindo lá fora e sair pra ver como as pessoas são espelhos do mundo; o medo, ah o medo, esse peso constante, persistente, chato, que não nos abandona. Quando será que eu vou parar de ter medo? Medo de contrair novamente o vírus e não reagir bem, medo de que meus familiares contraiam e também não fiquem bem, medo de falar com alguém muito próximo mesmo que de máscara, medo de respirar. 

E vão passando as horas.

E vai passando o tempo.

O coração para de bater tão acelerado.

A cabeça relaxa e consegue finamente dormir.


Passou, parece que passou. Fala baixinho que é pra não acordar - nunca se sabe quando vai começar de novo. 

E assim como quem não quer nada, voltamos a pensar na comida do almoço, no trabalho que ficou atrasado. Nos objetivos pessoais, na casa que queremos comprar e, olha só que ousadia, no futuro. 

Aquele mesmo futuro de alguns momentos atrás, tão incerto, tão tenebroso. O mesmo visto com os mesmo olhos mas sob outra perspectiva. 

Nem tudo está perdido, talvez. Nem tudo é medo. Nem tudo é morte. Olha só.

Temos a quem amar, temos quem nos ame. (amor, sempre amor, esse sentimento tão prepotente). Temos um refúgio, um abrigo - seja físico, seja sentimental. Temos comida (!), sabedoria, gatos. Temos tanto, afinal. 

Seria ousado demais terminar esse texto dando dicas sobre como evitar ou lidar melhor com os surtos. Não sei, não sabemos. Tenho certeza que, sem saber a hora, o dia e o momento, um novo chegará. Expulsá-lo? Abraçá-lo? Sabemos de algo, por fim?

Aproveitar a maré calma, preparar-se constantemente para a tempestade que está sempre prestes a chegar (e que nos ronda o tempo inteiro) e aceitar o naufrágio se ele vier. 


frases fernanda mello
(via)

Espero que estejam todos bem!

Beijos.

FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE


Peça-desejo: calça de alfaiataria!

 

Faz muito tempo que namoro e acho lindas as calças de alfaiataria; amo as produções em que elas são o destaque, saindo do lugar-comum de uma peça social. 

Elas têm o poder de mudar um look totalmente e isso é o que mais me atrai na peça. Resolvi fazer aquele compilado de inspirações com a calça de alfaiataria só pra firmar o desejo haha!

muscle tee calça alfaiataria

Combinar a calça de alfaiataria com uma camiseta fica lindo (se for uma muscle tee - essas regatinhas com ombreiras - já está ligada nas tendências!).
A barra dobrada, cinto em um tom próximo e salto alto fecham o combo sem erro!

calça alfaiataria t-shirt

Outra opção linda e simples de usar a calça de alfaiataria é com t-shirts simplinhas. Bem meu jeito de usar! Gosto do mocassim e do loafer nos pés!

calça alfaiataria slouchy

Outra forma que gosto muito é fazer esse jogo de proporções com a calça de alfaiataria de corte mais amplo e reto combinada com uma parte de cima bem justinha e sequinha, como um body ou um cropped. 

peça desejo calça alfaiataria

A alfaiataria em tons sóbrios é clássica e consegue reencontrar espaço nos dias de hoje ao ganhar casualidade com o sapato e acessórios mais despojados.

LEIA MAIS:

conjunto alfaiataria

Dá pra ser social com calça de alfaiataria apostando no conjunto completo! O conjunto de alfaiataria passou muito tempo como sinônimo de escritório chato mas vem ganhando destaque e interesse justamente por não ser esperado - colocar um tênis na produção e fugir do salto também ajuda!

calça alfaiataria look de trabalho social

Se a necessidade e a vontade for usar a calça de alfaiataria de forma mais social mesmo, aposte em um sapato de salto - não precisar ser necessariamente de bico fino -, blusas que tenham caimento mais solto e sejam de tecidos mais nobres (como crepe e linho).

looks calça de alfaiataria

Uma forma muito legal de combinar a calça de alfaiataria é combiná-la com suéters e blusas de lã quando o tempo esfriar - é uma opção pra usar a calça em temperaturas mais amenas e fugir da calça jeans!

calça alfaiataria modos de usar

Como o objetivo com uma calça de alfaiataria é nos desafiarmos nas produções, acho essencial ousar! Os dois looks aqui em cima seguem uma ideia mais boho/gipsy que eu acho linda. Cores mais terrosas com formas mais amplas são a base para tentar!

calça de alfaiataria como usar

Usar calçados diferentes com a calça de alfaiataria é uma forma simples de mudar a ideia do look - já vimos produções lindas com loafers, tênis e mules. Mas as botas por si só já são estilosas! As mais clássicas, de bico fino, são mais fáceis de combinar com uma peça de alfaiataria mas os coturnos ou botas mais pesadas trazem muito interesse pra roupa!

look alfaiataria monocromático

E, como de praxe, minha combinação preferida por último! Achei maravilhosa essa ideia de usar a calça de alfaiataria em um look monocromático.
Fiquei apaixonada por esse look todo verde - super elegante, descomplicado e confortável (pode chegar no meu armário já)!

Se tu achar alguma peça em alfaiataria linda e com aquele precinho bom, me manda lá no insta (@fehzenatto)?!
E me conta se tu curte e já usa a calça de alfaiataria!

Beijos.

A pintura orgânica está tomando conta das paredes!


Tenho gostado muito de acompanhar as tendências de decoração nos últimos tempos. Afinal, com pandemia, isolamento social e maior tempo dentro de casa, tem sido cada vez mais importante e valorizado estarmos felizes com nossos cantinhos. 

Já conversamos sobre algumas tendências por aqui e hoje resolvi mostrar uma das mais recentes - a PINTURA ORGÂNICA!

Logo na primeira impressão, torci o nariz e custei a admitir que era realmente uma tendência de decoração. E acredito que a reação de muitas pessoas, ao se depararem pela primeira vez com uma parede cheia de bolas, riscos e formas orgânicas, também seja de estranhamento e até de rejeição. 

Mas segue rolando aí e depois me conta como foram tuas reações do início até o final do post e depois te conto o que tenho achado da pintura orgânica também!

pintura orgânica
(via)

Nossa primeira inspiração tem cores mais sóbrias mas muuuita forma orgânica, até mesmo de pinceladas livres! Achei incrível essa mistura de tons de marrom pra quem quer aderir mas não quer colorir demais o ambiente!


pintura orgânica banheiro

Das cores mais sóbrias, vamos direto pra uma inspiração super colorida pra mudar totalmente o esperado para um lavabo. Aqui, além das formas, unimos muitas cores fortes e contrastantes. 
Aliar a pintura da parede com o móvel, quadro ou objeto que queremos que seja destaque também é tendência mas gosto muito que nada nesse lavabo é certinho - tudo sai do padrão!


hall de entrada pintura orgânica

Um hall de entrada fofinho e todo repaginado com a pintura!

LEIA MAIS:


pintura orgânica sala de estar
(via)

A Morgana, da @casadetecido, já se mudou desse apê lindo que ela tinha mas, antes da mudança, ela tinha feito essa pintura orgânica na parede da sala. 
Eu AMAVA a sala antes e confesso que não curti de primeira, até porque foi meu primeiro contato com a tendência; porém, com o passar do tempo, o olhar acostumou e comecei a achar interessante, original e diferente!


organic painting
(via)

Um jeito simples e despretensioso de dar uma cara nova pra um cantinho!


pintura orgânica decoração
(via)

Sou completamente alucinada por esse ambiente! Essa sala é séria, sóbria e escura; porém, esse teto todo florido traz uma quebra do padrão maravilhosa. E, apesar dos tons usados na pintura orgânica serem mais leves e clarinhos, ainda assim ficam na mesma paleta do resto da sala! 


home decor organic painting
(via)


pintura orgânica quarto
(via)

A Inara Souza, do @casinhaarrumada, também aderiu recentemente à pintura orgânica no quarto. Achei ela super ousada! A pintura tem formas grandes e chamativas e também cores bem contrastantes. Não faz muito meu estilo esse tipo de pintura orgânica mas acho lindo, por exemplo, para ambientes comerciais ou com intuito mais lúdico.


pintura orgânica casa de tecido
(via)

Mais um cantinho do antigo apê da Morgana, da @casadetecido. Aqui, a pintura orgânica se aliou com a pintura associada a um objeto da decoração. Gosto da forma pouco usual e não centralizada da pintura mas também acho que estranharia um pouco se fosse aqui no meu apê.


pintura orgânica lavanderia

Por fim, a ideia que foi minha preferida
AMEI o ambiente todo clarinho e neutro com uma parede colorida e divertida. Escolher uma parede, pontualmente, para aderir à pintura orgânica é a forma mais fácil de entrar na tendência, ainda mais se a base for neutra.
Deu uma vontadezinha, não nego!

Como vocês incorporam essas tendências de decoração na casa de vocês? Rola alguma mudança ou não dão bola?
Eu sempre tento incorporar alguma tendência que eu gosto e que chamou minha atenção; acho divertido esse processo de estar em constante construção!

Beijos!

Acabei de ler: O Conto da Aia - Margaret Atwood


Estão preparados pra uma resenha de livro muuito importante pra mim? Talvez eu prolongue demais as palavras, talvez me emocione muito mas nem acho absurdo já que O CONTO DA AIA é um dos (talvez o primeiro, será?!) livros preferidos da minha vida t-o-d-i-n-h-a.

Essa obra prima foi escrita por MARGARET ATWOOD e publicada pela EDITORA ROCCO. Recentemente, a autora lançou Os Testamentos, mais um livro derivado desse universo.

resenha o conto da aia

ASPECTOS FÍSICOS

O livro possui 366 páginas dividas em 15 partes e 46 capítulos + epílogo em folhas amarelas com uma fonte confortável de ler assim como os demais aspectos da diagramação como margens e espaçamentos. Essa edição da editora Rocco não possui maiores detalhes nas páginas. 

o conto da aia livro

A capa é extremamente expressiva com a história, trazendo a forma dos chapéus que aias devem usar assim como a cor característica de suas roupas. Gosto muito dessa capa, acho ela impactante exatamente como a história.

1 MÊS DE ASSINATURA GRATUITA NO KINDLE UNLIMITED!

resenha o conto da aia

SINOPSE

Em O Conto da Aia, conheceremos Gilead, uma república em um futuro não muito distante, onde muitas novas regras começaram a ser aplicadas para a vida em sociedade.
Nesse futuro, a grande maioria das mulheres tornaram-se inférteis, trazendo risco para a continuação da sociedade; para conter essa crise, as mulheres que ainda são férteis foram selecionadas para tornarem-se aias e servirem a casais que não podem ter filhos biológicos mas que possuem condições financeiras de sustentá-los.

Nossa protagonista será June/Offred (ou do Fred - o nome do patriarca para quem a aia está servindo até dar à luz), uma mulher que trabalhava como revisora de livros, era casada e tinha uma filha antes das novas regras serem impostadas. Com o passar das  páginas, acompanharemos como sua vida mudou em todos os detalhes e teremos relances dos acontecimentos pré-Gilead.

o conto da aia margaret atwood

OPINIÃO

Tenho taaaanta coisa pra falar nessa resenha que é até difícil começar!
Bora lá! Eu já assisti a série The Handmaid's Tale, baseada no livro, antes da leitura e a série é a minha favorita da vida; imagino que foi por esse motivo que demorei para decidir pegar O Conto da Aia em forma de livro - estava com medo de me decepcionar. Em segundo lugar, acreditava que a escrita seria densa, talvez difícil mesmo, pelos diversos temas pesados que a autora aborda e por ele ter sido publicado há bastante tempo.

Bom, eu não poderia estar mais enganada! O livro não apenas não me decepcionou como virou um dos FAVORITOS DA VIDA e também não tem uma linguagem nada complicada - sua escrita é tão envolvente que acredito tê-lo lido em velocidade recorde.

Ao iniciar a leitura, podemos nos sentir um pouco perdidos com as tantas informações novas sobre coisas cotidianas - como a forma de comprar comida, de se vestir, a estrutura familiar, as relações sexuais. Porém, Margaret Atwood consegue ir desfiando essa linha perfeitamente para ir contando e mostrando mais sobre essa nova forma de sociedade e como ela afeta a vida de todos mas, especialmente, das mulheres - sejam elas aias, esposas ou governantas.

O livro é forte! São muitas cenas memoráveis, muitas falas que nos fazem pensar e vale cada linha escrita. Existem muitas personagens femininas fortíssimas nesse livro e, inicialmente, June nem é a que mais chama a atenção; vemos mulheres lutando por sua liberdade, lutando contra o sistema, lutando para recuperar seus filhos. E conseguimos, com o decorrer da leitura, perceber como os direitos foram sendo cortados aos poucos por supostas justificativas nobres e ficamos, sim, chocados!

LEIA MAIS:

resenha o conto da aia

Não consigo pensar em um personagem da história que não seja extremamente rico e que não possa ser explorado em muitas e muitas camadas. Os homens, em geral, são personagens intransigentes mas que também possuem vontades e são corrompíveis e, não, não estão ali para serem os salvadores da pátria. Já as mulheres, todas, sejam elas aias, esposas, Tias ou Marthas; sejam aliadas ou inimigas, são mulheres fortes, de opiniões esclarecidas apesar de todas as proibições impostas pelas regras da nova sociedade. 

O Conto da Aia é escrito em primeira pessoa pela June e é inevitável nos colocarmos no seu papel e imaginar qual seria nossa reação se nos deparássemos com os absurdos que vão acontecendo. 
Uma história distópica mas extremamente perturbadora pela proximidade com a realidade; um livro de ficção com uma história fortíssima mas com leitura rápida - simplesmente NÃO TEM COMO largar! 

Para encerrar o livro, ainda temos um prólogo Notas Históricas que é simplesmente um tapa na cara sobre a sociedade da história e suas leis. Perfeito nos mínimos detalhes!

Nesse momento, sinto que escrevo e escrevo e não consigo transmitir o tanto que esse livro me marcou e é importante para toda uma geração - leiam O Conto da Aia, leiam Margaret Atwood. Tenho certeza que vai ter marcar profundamente e te fazer refletir sobre diversos aspectos de nossa sociedade que passam despercebidos em muitos momentos.
Um livro denso mas extremamente necessário!

o conto da aia margaret atwood livro

TRECHOS
❤ "Havia matérias nos jornais, é claro. Corpos encontrados em valas ou na floresta, mortos a pauladas ou mutilados, [...], mas essas matérias eram a respeito de outras mulheres, e os homens que faziam aquele tipo de coisas eram outros homens. [...] As matérias de jornais eram como sonhos para nós, sonhos ruins sonhados por outros. Que horror, dizíamos, e eram, mas eram horrores sem ser críveis. [...]
Éramos as pessoas que não estavam nos jornais." 
- pág. 71

❤ "Mas isso está errado, ninguém morre por falta de sexo. É por falta de amor que morremos. Não há ninguém que eu possa amar, todas as pessoas que eu podia amar estão mortas ou em outro lugar. Quem sabe onde estão ou quais são seus nomes agora? Poderiam muito bem não estar em lugar nenhum, como eu estou para elas. Também sou uma pessoa desaparecida." 
- pág. 125

❤ "Mas lembre-se de que o perdão também é um poder. Suplicar por ele é um poder, e recusá-lo ou concedê-lo é um poder, talvez de todos o maior. 
Talvez nada disso seja a respeito de controle. Talvez não seja realmente sobre quem pode possuir quem, quem pode fazer o que com quem e sair impune, mesmo que seja até levar à morte. Talvez não seja sobre quem pode se sentar e quem tem de se ajoelhar ou ficar de pé ou se deitar, de pernas arreganhadas. Talvez seja sobre quem pode fazer o que com quem e ser perdoado por isso." 
- págs. 163 e 164

❤ "Não se pode fazer uma omelete sem quebrar os ovos, é o que diz. Pensamos que faríamos melhor.
Melhor?, digo, em voz baixa, apagada. Como ele pode pensar que isto é melhor?
Melhor nunca significa melhor para todo mundo, diz ele. Sempre significa pior, para alguns." 
- pág. 251 

livro o conto da aia

Compre por aqui!
Livro físico: AMAZON
E-book: AMAZON
Graphic Novel: Livro físico AMAZON | E-book AMAZON

Muito difícil fazer resenha desse livro por ele possuir tantas e tantas camadas e mexer comigo de um modo muito único e especial!
LEIAM O CONTO DA AIA! ASSISTAM A SÉRIE BASEADA NO LIVRO!

resenha o conto da aia livro

Me adiciona no Skoob, estou compartilhando todas as leituras atuais por lá e curiosa pra conhecer as tuas!
E pra conhecer a minha wishlist literária na Amazon, CLICA AQUI! Muuuitos livros perfeitos e vários com precinho booom!

Beijos.

ofertas amazon

EI, LEITOR! Este post contém links patrocinados e quando você os utiliza me ajuda muito! Obrigada!