Acabei de ler: Uma Praça em Antuérpia - Luize Valente


Temos o primeiro livro lido de 2020!
Peguei esse livro para ler totalmente ao acaso - era o livro mais fácil de tirar da caixa da mudança - mas já comecei com boas expectativas porque tinha lido umas 20 páginas dele anteriormente e curtido bastante.


Dessa vez, terminada a leitura, conto tudo o que achei de UMA PRAÇA EM ANTUÉRPIA, escrito pela LUIZE VALENTE e publicado pela Editora Record.

ASPECTOS FÍSICOS

A capa de Uma Praça em Antuérpia traz o clima de história antiga e as fotos estilo cartão postal são extremamente conectadas com a história.
O livro não tem detalhes nas páginas internas, que são amareladas; mas nada incomoda na leitura - as margens externas e internas, o espaçamento entre linhas e a fonte são excelentes. Totalizando 364 páginas divididas em 74 capítulos curtos.
Edição boa é edição que não compromete o conforto do leitura!


SINOPSE

Primeiro dia do ano 2000, em uma suíte do Copacabana Palace. É nessa situação que conhecemos Olívia enquanto conversa com sua neta e lamenta a morte de seu filho.
Durante a conversa, Olívia vai nos levar por uma saga em torno de muitos países da Europa efervescente pela Segunda Guerra Mundial. Saímos de Portugal, país natural de Olívia, e vamos para Bélgica, Alemanha e França sempre acompanhando os amores, as dores, as renúncias e as conquistas da família!


OPINIÃO

Um romance, um thriller, um romance histórico. Luize Valente faz de Uma Praça em Antuérpia tudo isso e mais! O tema Segunda Guerra Mundial é muito explorado em livros e filmes justamente por ter sido um capítulo de nossa história extremamente marcante e que envolveu muitas populações mas o mérito da autora aqui é conseguir trazer essa história para o âmbito pessoal, é conseguir mostrar as consequências desses anos em um núcleo fechado de uma família - o que faz com a história torne-se mais palpável, mais dura, mais tocante.

Com uma escrita extremamente envolvente e simples, acompanhamos a vida e os laços de Olívia, Clarice, Theodor e Antonio em busca de seus amores, de um lugar para viver em paz e de, acima de tudo, manterem-se unidos por um laço afetivo extremamente forte que a guerra insiste em separar.

Apesar de vários momentos tristes e tensos, eu classificaria essa história como amorosa e bondosa; minhas lembranças em relação à leitura são as de sorrir lendo histórias de amor entre casal, entre irmãos, entre família e entre amigos. Todas as pontas do enredo são amarradas com perfeição e ainda acredito que era eu que estava sentada do lado de Olívia ouvindo ela contar essa história!

Uma Praça em Antuérpia é um livro que vai agradar muitos nichos - perfeito pra quem ama um romance (daqueles pra ficar angustiado e chorar bastante, de tristeza e de alegria!); excelente para fissurados pela 2ª Guerra Mundial captarem um panorama completo a nível de Europa e América Latina; e, por fim, ótimo pra quem ama leituras densas mas fluidas, fortes mas que deixam sentimentos bons ao final!


TRECHOS

❤ "Manuel se trancou no quarto no momento em que ouviu o médico gritar que tinha de salvar a criança. Para ele, Josefina é que tinha de ser salva, era ela que ele amava desde sempre. Filhos eram consequência, a ordem natural das coisas. Josefina era a escolha, a vida a dois, a vida eterna. E não uma, mas duas crianças. Por causa delas sua mulher tinha morrido. Por mais que quisesse ou tentasse, jamais amaria aquelas meninas." 
- pág. 21

❤ "Doía apenas a ideia de imaginar que tudo não tivesse passado de uma aventura. O que ela sentia era tão intenso e profundo que era impossível ser só dela. Nenhum ser humano era capaz de se encher, transbordar de tanto amor, se não lhe fosse dado. O que ela sentia também viera de fora para dentro. [...] "O amor é meu mas te pertence." Ele dissera tantas vezes. Eles eram um do outro." 
- pág. 78


Deu vontade de ler essa história também? Compra aqui:
Livro físico: RECORD | LIVRARIA DA VILA
E-book: RECORD

Te espero no Skoob pra conversar mais sobre livros e leituras!
E quero saber qual teu livro de cabeceira atualmente?

Beijos.



6 comentários:

  1. Uau, amei sua resenha, ainda não conhecia esse livro, mas amo romances. Já anotei a dica! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito feliz que gostou, Kaila!
      Às vezes é bom ler um romance pra relaxar de leituras mais densas!
      Beijos.

      Excluir
  2. Oie,
    Adorei a resenha! Parece um ótimo livro.
    Realmente a capa traz essa ideia de história antiga
    Já chorei esse ano com alguns livros, preciso me recuperar hahaha
    Beeijoo!!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha Entendo perfeitamente o tempo que precisa de recuperação!
      Uma Praça em Antuérpia é um livro emocionante mesmo! Pra quem gosta de romance, então, prato cheio!
      Beijos, Grazy!

      Excluir
  3. Uau que resenha maravilhosa. Estou louca para ler.
    Beijos.
    www.lewestinblog.com
    www.instagram.com/lewestn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Letícia! Muito feliz que tenha curtido!
      Beijos.

      Excluir